Google Street View
Google Street View

Polícia indicia cinco pessoas que tentaram impedir missa no Dia da Consciência Negra

Grupo tentou impedir uma missa em comemoração ao Dia da Consciência Negra na Paróquia Sagrado Coração de Jesus, na Glória, zona sul do Rio

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

19 de novembro de 2020 | 14h23

RIO - A Polícia Civil do Rio indiciou cinco pessoas pelos crimes de intolerância religiosa e racismo. No ano passado, o grupo tentou impedir uma missa em comemoração ao Dia da Consciência Negra na Paróquia Sagrado Coração de Jesus, na Glória, bairro da zona sul do Rio. O padre que comandava a cerimônia quase foi agredido.

O caso foi investigado pela Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi). Segundo as testemunhas, na ocasião o grupo entrou na igreja,  procurou o padre e disse que a celebração não poderia acontecer, "uma vez que havia elementos afro-brasileiros na liturgia".

Ainda segundo as testemunhas, integrantes do grupo acusado chegaram a rezar em latim em voz alta, impediram o padre de realizar o rito e um deles tentou agredir o religioso.

Os acusados foram indiciados pelos crimes de intolerância religiosa e racismo. Além disso, um deles vai responder por "vias de fato", já que tentou agredir o padre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.