Polícia investiga morte de menina austríaca no Rio

Sophie Zanger, de 4 anos, chegou ao hospital com o corpo cheio de hematomas; ela vivia com a tia

Nicola Pamplona, de O Estado de S. Paulo,

21 de junho de 2009 | 23h01

A polícia do Rio investiga a morte de uma menina de quatro anos, que vivia com a tia em Santa Cruz, zona oeste da cidade. Nascida na Áustria, Sophie Zanger deu entrada na semana retrasada no Hospital Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, com diversos hematomas pelo corpo, e faleceu na última sexta-feira, 19. A polícia trabalha com a hipótese de espancamento. A tia, Geovana dos Santos Viana e sua filha Lílian Viana, são suspeitas.

 

Sophie veio para o Brasil há dois anos, acompanhando a mãe, Maristela dos Santos e o irmão de 12 anos. Maristela, porém, desapareceu e a guarda provisória das crianças foi dada a Geovana. O pai, o austríaco Sascha Zanger, chegou ao Brasil esta semana para acompanhar o caso e luta para reaver a guarda do filho.

 

Para isso, contratou os mesmos advogados que cuidam do caso do menino S., disputado entre o pai, o americano David Goldman, e o padrasto brasileiro, João Paulo Lins e Silva. Após a morte de Sophie, o menino foi levado à casa da mãe de criação de Maristela. As crianças teriam sido trazidas ao Brasil sem autorização do pai.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.