Divulgação/Polícia Civil RJ
Divulgação/Polícia Civil RJ

Polícia localiza área de lazer do tráfico no Complexo da Maré

Na área conhecida como 'piscina nova', criminosos também armazenavam drogas e clonavam veículos, segundo a Polícia Civil

Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

22 Fevereiro 2018 | 18h11

RIO - A Polícia Civil do Rio descobriu uma área de lazer de criminosos das favelas Vila do João e Vila dos Pinheiros, no Complexo da Maré, na zona norte do Rio, nesta quinta-feira, 22. No local, conhecido como “piscina nova”, foram encontrados 50 quilos de maconha e 780 sacolés de cocaína.

+++ Exército mobiliza tropas de SP e MG para cercar o Rio

Segundo a polícia, o ponto também era usado para clonagem de veículos roubados. Foram apreendidos espelhos de documentos de automóveis, de carteiras de identidade e de habilitação e dezenas de placas de carros. O material será analisado pela Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis.

+++ Interventor pegará sistema carcerário degradado no Rio

Os agentes foram à Maré para cumprir mandados de prisão. De acordo com a polícia, houve "forte resistência armada" de criminosos, mas ninguém se feriu. Foi preso Gabriel Moura Barbosa, de 22 anos, apontado como fornecedor de armas e munições para traficantes e receptador de celulares roubados. Ele irá responder por associação para o tráfico, organização criminosa e receptação.

A operação foi coordenada pelo Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE) e envolveu policiais da DRFA, da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) e do Serviço Aéreo Policial (SAER).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.