FABIO MOTTA/ESTADÃO
FABIO MOTTA/ESTADÃO

Polícia Militar do Rio terá novo comandante

O coronel Edison Duarte será substituído pelo coronel Wolney Dias Ferreira; novo comandante da PM do Rio tem 55 anos, é casado e pai de três filhos

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

17 Outubro 2016 | 19h49

RIO - O coronel Edison Duarte vai deixar o comando da Polícia Militar do Rio de Janeiro e será substituído pelo coronel Wolney Dias Ferreira. A troca, que ainda não tem data definida, foi anunciada no fim da tarde desta segunda-feira, 17, horas após a posse do novo secretário estadual de Segurança do Rio, Roberto Sá, que substitui José Mariano Beltrame.

Em nota, a Secretaria de Segurança afirmou que "em reunião com o atual comandante da PM, coronel Edison Duarte, o secretário (Sá) agradeceu pelos excelentes serviços prestados por Duarte desde 4 de janeiro de 2016, quando assumiu o comando da corporação".

O novo comandante da PM do Rio tem 55 anos, é casado e pai de três filhos. Ele já foi corregedor interno da PM, comandou vários batalhões e atualmente estava na reserva. "Desejo a ele sucesso nesta jornada, em especial pelo momento desafiador para todos nós", afirmou o secretário Sá, segundo a nota.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.