Diego Reis / Governo do Rio de Janeiro
Diego Reis / Governo do Rio de Janeiro

Polícia prende 18 em investigação sobre o desaparecimento de 3 crianças em Belford Roxo

Outras 15 pessoas investigadas já estavam detidas por outros crimes. Lucas, Alexandre e Fernando desapareceram há um ano no Complexo do Castelar

Jessica Brasil Skroch e Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2021 | 12h35
Atualizado 10 de dezembro de 2021 | 12h15

Ao menos 18 pessoas foram presas (duas delas em flagrante) em operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro na manhã desta quinta-feira, 9. Outras 15 pessoas também tiveram mandado de prisão expedido, mas já se encontravam detidas sob outras acusações. No total, são procuradas 56 pessoas no âmbito da investigação que apura o desaparecimento de três crianças no Complexo do Castelar, em Belford Roxo, há cerca de um ano. 

Lucas Matheus, de 9 anos, Alexandre da Silva, de 11, e Fernando Henrique, de 12 anos, desapareceram da região em 27 de dezembro do ano passado. A suspeita é que lideranças do tráfico da região tenham matado as crianças após a suspeita de furto de um passarinho. Os garotos teriam sido torturados pelos traficantes antes de serem mortos. A busca pelos meninos ganhou repercussão, mas os corpos nunca foram encontrados. 

Participam da operação cerca de 250 policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), do Departamento-Geral de Polícia Especializada (DGPE), do Departamento-Geral de Polícia da Baixada (DGPB) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.