Polícia prende pai e madrasta por estupro de adolescente no Rio

De acordo com delegada, antes de abusar sexualmente da garota de 15 anos, casal a obrigava a consumir drogas

Thaise Constancio, O Estado de S. Paulo

04 de julho de 2014 | 11h15

RIO - Nora Nei Souza dos Santos, de 31 anos, foi presa nesta quinta-feira, 3, na Rodoviária Novo Rio, em Santo Cristo, na zona norte do Rio de Janeiro, por estupro de vulnerável e corrupção de menores cometidos contra a enteada. Para executar os crimes, ela teve ajuda do marido e pai da menor, Wanderlei Novaes dos Santos, de 45 anos, preso pelos mesmos crimes na quarta-feira, 2, no bairro de Paciência, na zona oeste.

Na época dos crimes, a menina tinha 15 anos. De acordo com a titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher da zona oeste (Deam-Oeste), Gabriela Von Beauvais da Silva, o casal obrigava a menor a consumir drogas e depois abusava sexualmente dela.

Depois de ser preso, Santos passou informações sobre a localização da companheira, que morava na cidade de Macaé, na Região dos Lagos, sem endereço certo. Após negociação, ela se entregou na rodoviária. Nora foi condenada a 9 anos de prisão por crimes cometidos contra a enteada em 2011.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.