Polícia prende traficante de drogas da alta sociedade carioca

Italiano Gaetano Maffizzoli prestava serviço como motorista de um hotel de luxo em Ipanema; polícia irá investigar clientes

Luciana Nunes Leal, O Estado de S.Paulo

26 Maio 2016 | 13h17

Policiais da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) da Polícia Civil prenderam ontem o italiano Gaetano Maffizzoli , que prestava serviços como motorista em um hotel cinco estrelas em Ipanema, zona sul do Rio. Ele é acusado de vender drogas para pessoas da alta sociedade carioca, segundo a polícia.

De acordo com a Polícia Civil, foram apreendidos um carro Mercedes e uma moto, de propriedade do traficante. Os veículos seriam usados para entregas de drogas em bairros da zona sul e na Barra da Tijuca, zona oeste. Durante a prisão, em flagrante, a polícia informou ter encontrado 3 kg de cocaína pura no apartamento do italiano, no Leblon, zona sul, onde também foram apreendidos R$ 40 mil, celulares e computadores portáteis,.

Segundo policiais, o suposto traficante ampliou a rede de contatos ao prestar serviços de motorista em um dos hotéis mais sofisticados de Ipanema. A próxima etapa da investigação será buscar os clientes de Maffizzoli.

O advogado criminalista Rafael Faria disse que houve violação constitucional do domicilio de seu cliente. Segundo ele, o italiano foi preso fora do apartamento, e forçado a levar os policiais até lá.

“Quando você fere um direito constitucional como o domicilio, tudo o que é encontrado se torna ilícito”, afirmou o advogado, conforme divulgou sua assessoria de imprensa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.