Marcos Arcoverde / Estadão
Marcos Arcoverde / Estadão

Policiais apreendem fuzil na mata da Rocinha

Arma foi achada um dia depois de operações distintas apreenderem 18 fuzis que estariam sendo transportados para a comunidade

Denise Luna, O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2017 | 16h41

Rio - Policiais do setor de inteligência do 23º BPM (Leblon), em conjunto com policiais da UPP Rocinha, apreenderam um fuzil AK-47 na mata da comunidade, em cima de uma garagem de ônibus, informou a Polícia Militar em seu site. 

A arma foi achada um dia depois de operações distintas apreenderem 18 fuzis que estariam sendo transportados para a Rocinha, para dar continuidade a uma guerra entre traficantes. A Polícia Militar do Rio recebeu o reforço de quase mil homens das Forças Armadas, que estão ajudando a cercar a favela para evitar que a guerra do tráfico evolua.

A Polícia Militar havia informado no sábado, 23, que estava fazendo buscas na mata da Rocinha, para onde teria fugido Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157. O bandido faz parte do bando de Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, que cumpre pena num presídio federal em Rondônia. Segundo a polícia, Rogério estaria tentando tomar o lugar de Nem no morro.  

De acordo com a assessoria da PM, as equipes ainda estão fazendo a varredura no local onde foi encontrado o fuzil e a ocorrência será encaminhada para a 11ª Delegacia de Polícia. 

Mais cedo, outro fuzil, calibre 762 com luneta foi achado no Morro da Providência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.