Policiais e criminosos trocam tiros no Complexo do Alemão

PMs faziam patrulhamento em rua sem saída da comunidade Nova Brasília quando foram atacados por suspeitos; ninguém ficou ferido

Tiago Rogero, O Estado de S. Paulo

26 Agosto 2014 | 10h12

RIO - Após nova noite de tiroteio, o policiamento segue reforçado na manhã desta terça-feira, 26, no Complexo de Favelas do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro. Por volta das 19h desta segunda-feira, 25, criminosos atiraram contra policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), que faziam patrulhamento pela comunidade Nova Brasília. Apesar dos disparos, ninguém ficou ferido, segundo a PM.

Os PMs fazem parte do Grupamento Tático da UPP Nova Brasília. Segundo a PM, eles foram atacados quando acessavam uma rua sem saída, transversal à Estrada do Itararé, uma das principais vias dos Complexos do Alemão e da Penha, ocupados desde 2010 pelas forças de segurança - primeiro pelo Exército, depois pela PM, por meio das UPPs.

Ainda de acordo com a polícia, não há registro até agora de ocorrências na madrugada ou manhã desta terça-feira. No domingo, 24, à noite, outro tiroteio deixou feridos dois moradores e dois PMs da UPP da Vila Cruzeiro, na Penha. Os moradores foram medicados e liberados. Os PMs, um atingido na perna e o outro no abdome, tiveram de ser internados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.