AFP
AFP

Policiais militares são atacados a tiros no Complexo do Alemão

Segundo a Coordenadoria de Polícia Pacificadora, agentes da UPP da favela Nova Brasília não revidaram e não há relatos de feridos

Danielle Villela, O Estado de S. Paulo

01 Maio 2015 | 17h59

RIO - Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da favela Nova Brasília, no Complexo do Alemão, zona norte do Rio, foram atacados a tiros na manhã desta sexta-feira, 1.

" SRC="/CMS/ICONS/MM.PNG" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

Os disparos ocorreram por volta das 11h, quando os policiais patrulhavam a localidade Chuveirinho. Segundo a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), os PMs não revidaram e não há relatos de feridos.

O Complexo do Alemão foi reocupado no dia 2 de abril por 270 policiais do Comando de Operações Especiais (COE), sem data definida para a saída. Os agentes das UPPs do conjunto de favelas também estão passando por treinamentos desde o começo de abril, quando dois dias de confrontos resultaram na morte de quatro pessoas, entre elas Elizabeth de Moura Francisco, de 40 anos, e Eduardo de Jesus Ferreira, de 10 anos.

Mais conteúdo sobre:
UPP Complexo do Alemão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.