Policial civil é morto em tentativa de assalto na zona norte do Rio

Bandidos fizeram abordagem em carro roubado na mesma noite; ninguém foi preso

Daniela Amorim, O Estado de S. Paulo

02 Novembro 2016 | 11h29

RIO DE JANEIRO - O Rio de Janeiro perdeu mais um policial vítima da violência. Alexandre Correa da Silva, de 32 anos, foi assassinado numa tentativa de assalto na noite desta terça-feira, 1º, em São Cristóvão, na zona norte.

O policial civil, lotado na 62ª Delegacia de Polícia - Imbariê, estava no carro com a mulher quando foi abordado por bandidos a bordo de um veículo roubado na mesma noite no bairro de Laranjeiras, zona sul da cidade. O policial reagiu ao assalto, e houve troca de tiros com os criminosos.

Em meio ao confronto, o automóvel que levava os assaltantes bateu contra um poste, mas os bandidos conseguiram abandonar o veículo e fugir. Alexandre morreu ainda no local do tiroteio, e sua mulher não foi ferida, de acordo com informações da Delegacia de Homicídios da Capital.

De janeiro a outubro deste ano, 347 policiais foram baleados no Estado do Rio de Janeiro, sendo que 89 deles não resistiram aos ferimentos e morreram, segundo o blog Pauta do Dia, que faz um levantamento independente sobre violência contra policiais desde 2009, a partir de boletins médicos e informações repassadas pelos próprios policiais. Segundo informações do blog, do total de vítimas, 209 eram policiais em serviço, 119 deles estavam de folga, 16 eram reformados, dois eram aposentados e um era recruta.

Conforme a Polícia Civil, agentes fizeram perícia minuciosa no local do crime e policiais fazem buscas para identificar os criminosos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.