Policial de UPP é morto na zona oeste do Rio

Geraldo Luiz da Silva, de 27 anos, foi atingido quando estava lavando o carro em frente à casa de sua mãe

Clarissa Thomé, O Estado de S. Paulo

06 Dezembro 2014 | 18h36

RIO - O soldado da Polícia Militar Geraldo Luiz da Silva, de 27 anos, lotado na Unidade de Polícia Pacificadora Vila Kennedy, foi morto a tiros na tarde deste sábado, 6, na favela Cosme e Damião, em Jardim Sulacap, zona oeste do Rio. Silva estava lavando o carro em frente à casa de sua mãe, quando foi atingido. Ele estava na corporação desde janeiro de 2013.

De acordo com a Polícia Militar, houve confronto entre traficantes na favela. Ainda não se sabe se Silva foi morto por uma bala perdida ou se os criminosos sabiam que ele era policial. Uma equipe da Divisão de Homicídios da Capital está na favela. Policiais do 14.º Batalhão (Bangu) reforçam a segurança no local.

Há dez dias, o soldado Ryan Procópio Guimarães, de 23 anos, também lotado na UPP da Vila Kennedy, foi sequestrado, torturado e morto com cinco tiros nas costas. Ele era filho e irmão de policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope).  Desde o início do ano, 82 PMs morreram no Rio de Janeiro. Em 2013, foram 79.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro UPP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.