Governo do Rio de Janeiro/Divulgação
Governo do Rio de Janeiro/Divulgação

Policial de UPP morre após tiroteio na Cidade de Deus, no Rio

Rodrigo Sumar era casado e deixa uma filha; soldado estava na Polícia Militar desde junho de 2010

Daniela Amorim, O Estado de S. Paulo

25 de março de 2016 | 11h20

RIO - Um policial militar morreu após um tiroteio na noite desta quinta-feirA, 24, na comunidade de Cidade de Deus, na zona oeste do Rio de Janeiro. Uma equipe de agentes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da favela teria sido atacada por bandidos por volta das 22 horas, durante um patrulhamento de rotina pela região do Bar da Índia, na localidade das Quadras.

Atingido durante a troca de tiros, o soldado Rodrigo Sumar, de 36 anos, foi levado ao Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, zona sul da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com informações do comando da UPP, o policiamento foi reforçado na comunidade. Agentes fazem buscas atrás dos criminosos.

Rodrigo Sumar era casado e deixa uma filha. O soldado estava na Polícia Militar desde junho de 2010. Ainda não há informações sobre o velório do policial.

Tudo o que sabemos sobre:
UPPCidade de Deus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.