WILTON JUNIOR/ESTADAO 08/10/2018
WILTON JUNIOR/ESTADAO 08/10/2018

Policial federal é morto por criminosos em favela do Rio

Outro agente ficou ferido durante ataque a viatura descaracterizada na zona oeste da capital. Policiais tentam localizar suspeitos do crime

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

13 de fevereiro de 2020 | 19h49

RIO - Um agente da Polícia Federal (PF) foi morto e outro ficou ferido ao serem atacados por criminosos enquanto seguiam em uma caminhonete descaracterizada pela Favela do Rola, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio, no final da tarde desta quinta-feira , 13. Ninguém foi preso.

Segundo a Polícia Federal, a dupla “realizava diligência”. O Estado apurou que eles iam entregar intimações. Quando estavam na Rua São Lourenço, a caminhonete Mitsubishi L200 preta em que estavam foi atacada a tiros. Um dos agentes morreu. O outro, mesmo baleado, conseguiu fugir e se abrigou na casa de um morador da favela, onde foi socorrido pela polícia. O nome dos dois agentes não foi divulgado pela PF.

A caminhonete foi pichada com iniciais da facção criminosa Comando Vermelho (CV), que dominava a comunidade até outubro de 2018. Desde então, milicianos controlam a favela. No entanto, o CV segue tentando retomar o controle do tráfico na região.

Às 19h desta quinta-feira, policiais federais e civis estavam na Favela do Rola, tentando localizar suspeitos pelo crime. O poder público não informou se o caso será investigado pela Polícia Civil ou pela Polícia Federal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.