Google Maps / Reprodução
Google Maps / Reprodução

Policial Militar dispara contra assaltantes a menos de 500 metros do show do Pearl Jam

Um dos suspeitos foi atingido, mas conseguiu fugir; ação ocorreu minutos antes da banda americana subir ao palco

Paulo Roberto Netto, O Estado de S.Paulo

22 Março 2018 | 05h42

RIO - Um suspeito foi baleado por um tenente da Polícia Militar na noite dessa quarta-feira, 21, a menos de 500 metros do Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, minutos antes do início do show da banda americana Pearl Jam. Apesar do ferimento, o criminoso conseguiu fugir do local.

Segundo informações preliminares, o tenente seguia de moto pela Avenida Radial Oeste quando foi emparelhado pelos suspeitos nas proximidades da comunidade da Mangueira. A dupla estava armada e ordenou ao policial que abandonasse o veículo. O militar reagiu e disparou contra os suspeitos, atingindo um dos criminosos. O comparsa fugiu do local. 

+ Policial Militar morre após troca de tiros na Baixada Fluminense

Temendo pela própria segurança, o policial também deixou a Radial Oeste. Quando retornou ao local com reforços, o suspeito ferido não foi encontrado. Segundo a PM, o criminoso foi socorrido por comparsas, que renderam um táxi para fugir.

+ Policial militar e morador são mortos durante tiroteio na Rocinha

Os tiros foram disparados por volta das 20h30. A menos de 500 metros do local, o Royal Blood se apresentava no Maracanã. Minutos depois, o Pearl Jam subiria no palco. A banda americana chegou a criticar a violência no Rio em cartaz publicado no Twitter. A imagem retrata um tucano, uma arara e um bem-te-vi armados, uma alusão à intervenção militar e o clima de insegurança na capital fluminense. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.