Policial militar é morto em Barra do Piraí, no Rio

Outros dois agentes ficaram feridos após confronto com criminosos na comunidade do Areal

Ludimila Honorato, O Estado de S.Paulo

25 Setembro 2018 | 10h10
Atualizado 26 Setembro 2018 | 12h48

SÃO PAULO - O policial militar Deivid Ribeiro Silva, de 38 anos, foi morto na noite desta segunda-feira, 24, após ser atacado por criminosos em Barra do Piraí, no Rio de Janeiro, informou a Polícia Militar.

Segundo a corporação, o soldado foi checar uma denúncia de que homens armados estariam atuando na comunidade do Areal. No local, ele e outros agentes foram recebidos com tiros.

Houve confronto, durante o qual o policial foi morto e outros dois militares ficaram feridos sem gravidade. O soldado era lotado no 10º BPM, estava na corporação desde 2013 e era casado. O sepultamento do policial Deivid Ribeiro Silva será no Cemitério Parque Portal da Saudade, em Volta Redonda, às 16h30.

Morte de policiais

Passa de 70 o número de policiais mortos no Rio, tanto da Polícia Militar como da Civil. Em agosto, o cabo Guilherme da Costa Penetra, de 32 anos, morreu após ser baleado durante uma ação na comunidade Buraco da Cobra, no bairro Boaçu, da cidade de São Gonçalo. Segundo a PM, ele checava uma denúncia de carga roubada quando foi morto.

Em julho, houve as mortes do PM Ronalde Pereira da Costa no bairro de Irajá, zona norte da cidade, e do capitão Diogo Lins Canito. Costa andava de moto quando foi abordado por assaltantes na rua Gabriel Lisboa. Os criminosos efetuaram disparos e ele não resistiu aos ferimentos. Já o policial Canito morreu durante uma tentativa de assalto em Marechal Hermes, na zona norte da cidade.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.