Ponte Rio-Niterói entra na fase final das obras no vão central

Concessionária Ponte S.A. instala acostamento suspenso no ponto com maior número de acidentes na ponte

19 de janeiro de 2008 | 12h53

A concessionária Ponte S.A. começou na sexta-feira, 18, a fase final das obras para a instalação de um acostamento suspenso no vão central da Ponte Rio-Niterói. Um guindaste de grandes dimensões foi utilizado para a colocar duas baias laterais, paralelas às pistas, que funcionarão como bases suspensas para as equipes de socorro e área de escape. As enormes vigas metálicas têm 80 metros de comprimento, 4,5 metros de largura e pesam 170 toneladas cada uma.  Foto: Marcos D'Paula As manobras para a ancoragem do guindaste no mar começaram logo no início da manhã. Uma das pistas no sentido Rio foi interditada. O trânsito só ficou mais lento por causa da curiosidade dos motoristas. A instalação das vigas, que foi adiada duas vezes por causa do mau tempo, deve ser concluída na manhã deste domingo, 20, quando serão também iniciadas as obras de pavimentação das baias. A intenção da Ponte S.A. é ter as bases operacionais avançadas de socorro funcionando já no feriado de carnaval. O vão central é o ponto que registra o maior número acidentes e enguiços na ponte, que tem 13 quilômetros de extensão. Foto: Marcos D'Paula

Tudo o que sabemos sobre:
Ponte Rio-Niterói

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.