FABIO MOTTA/ESTADÃO
FABIO MOTTA/ESTADÃO

Preso homem que esfaqueou vítima em assalto na Rio Branco

Rodrigo de Souza Duarte estava na Vila Cruzeiro, zona norte do Rio; polícia diz que ele confessou o crime e falou que estava fora de si

Carina Bacelar e Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

06 Maio 2015 | 18h13

RIO - Um homem de 25 anos acusado de ter ferido com uma facada uma vítima de assalto na Avenida Rio Branco, no centro do Rio, na sexta-feira passada, 1, foi preso nesta quarta-feira, 6, à tarde em ação conjunta das Polícias Civil e Militar. Rodrigo de Souza Duarte foi preso na Vila Cruzeiro, uma das favelas do Complexo da Penha, na zona norte do Rio. Segundo a polícia, ele confessou, em depoimento, o crime e afirmou que estava fora de si na ocasião. Duarte já havia sido preso outras duas vezes, por roubo e furto.

A polícia chegou a ele após prender outro envolvido no crime: Paulo Henrique Benedito da Silva, de 20 anos, detido nesta manhã por policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Parque Proletário, também no Complexo da Penha. Ele já tinha quatro passagens pela polícia, duas por roubo e duas por furto, e foi autuado em flagrante por receptação. Ao ser detido, Silva tentou resistir e acabou ferido na testa. Depois, foi conduzido à 22ª DP (Penha) e, em seguida, à 5ª DP (Mem de Sá), onde os dois prestaram depoimento.


Segundo a polícia, a dupla praticava roubos no centro e na zona sul do Rio e em 2014 foi presa após um assalto em Botafogo. Um terceiro homem que também participou do assalto ao homem esfaqueado na Avenida Rio Branco ainda está sendo procurado.

Na casa de Silva, os agentes encontraram a roupa que ele usava no dia do crime, que será encaminhada à perícia. Em depoimento, os dois confessaram o crime. Com eles foram apreendidos objetos supostamente roubados, como roupas, cordões e celulares.

Assalto. No fim da tarde de 1º de abril, um grupo tentou roubar uma corrente de um homem de 52 anos que estava parado em um ponto de ônibus na Avenida Rio Branco, próximo à Rua Sete de Setembro. Mesmo sem reagir aos criminosos, ele foi esfaqueado quatro vezes pelas costas. Socorrida e hospitalizada, a vítima já recebeu alta e passa bem.

Por causa dos assaltos na Rio Branco, a Polícia Militar (PM) espalhou policiais a cavalo e de bicicleta pela região. 

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.