Presos responsáveis por morte de vereador em Mangaratiba-RJ

Acusados são assessor do prefeito e guarda municipal; vítima era responsável por fiscalizar contas na prefeitura

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

14 Janeiro 2010 | 10h28

Jorge Milton Gonçalves Duarte, assessor do prefeito de Mangaratiba, no Rio, Aarão de Moura Brito Neto, e André Rodrigues, guarda municipal dao município, foram presos nesta quinta-feira, 14, acusados como responsáveis pela morte do vereador Célio Lopes - conhecido como Célio Dentista -, no dia 2 de junho do ano passado, em frente à Câmara Municipal.

 

Segundo os agentes, o guarda municipal teria mandado o foragido da Justiça Valdiclei Santos da Silva atirar contra o vereador. Célio era responsável por fiscalizar as contas do prefeito Aarão.

 

 

Coletiva

 

Os presos serão apresentados às 10h30 desta quinta-feira (14/01), no auditório do Departamento Geral de Tecnologia da Informação e Telecomunicações (DGTIT), localizado na Rua Gomes Freire, 320, 3º andar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.