Protesto convocado pela internet contra aumento da tarifa acaba em tumulto

Manifestação começou perto da Igreja da Candelária e reuniu cerca de 150 pessoas; grupo tentou pular roleta de estação

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

30 Janeiro 2015 | 20h15

RIO - Um protesto convocado pela internet contra o aumento da tarifa de ônibus no região central do Rio reuniu cerca de 150 pessoas, segundo a PM, e teve momentos de tumulto, na noite desta sexta-feira, 30. Dois manifestantes se feriram ao tentar furar um bloqueio da Polícia Militar.

O ato começou nas imediações da Igreja da Candelária, por volta das 18 horas. Dali o grupo seguiu pela pista lateral da Avenida Presidente Vargas, que ficou interditada, até a frente da estação ferroviária Central do Brasil.

A Polícia Militar acompanhou o ato e, na Central, formou um cordão de isolamento para evitar que os ativistas pulassem as catracas, como já ocorreu em protestos anteriores.

Apesar do policiamento, um grupo de manifestantes tentou pular as roletas e houve tumulto. Nesse episódio, dois ativistas tiveram ferimentos superficiais e foram socorridos pela própria PM.

O tumulto foi controlado, mas às 20 horas os ativistas continuavam nas imediações da estação ferroviária.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.