Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Protesto no Rio usa manequins vendados contra gastos da Copa

Ato foi promovido pela ONG Rio da Paz, em frente ao hotel Copacabana Palace, onde a cúpula da Fifa está reunida

Idiana Tomazelli, O Estado de S. Paulo

06 de julho de 2014 | 16h25

RIO - A praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, despertou neste domingo,6, com a presença de doze manequins vestidos com a camisa da seleção brasileira e de olhos vendados. O protesto, promovido pela ONG Rio de Paz, era contra os gastos de recursos públicos na Copa do Mundo e foi armado em frente ao hotel Copacabana Palace, onde está reunida a cúpula da Fifa neste Mundial.

Os cartazes espalhados na areia, em português e inglês, diziam "governos, empresários e Fifa, não somos cegos" e chamavam a atenção de brasileiros e turistas estrangeiros que circulavam no local. Além de não concordar com os investimentos, a manifestação criticava o pouco retorno dos recursos embolsados pela entidade máxima do futebol. 

"Apesar de termos paixão pelo futebol, não somos cegos. Não vamos deixar de assistir e torcer, mas não aprovamos", disse Pedro Costa, membro da ONG Rio de Paz. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.