Rebocador pega fogo em Macaé

Investigação foi aberta para esclarecer as causas do incêndio

Roberta Pennafort, O Estado de S. Paulo

20 de junho de 2015 | 20h44

Um rebocador da empresa Camorim Serviços Marítimos pegou fogo a cerca de dois quilômetros da costa de Macaé, no Norte Fluminense, hoje de tarde. Nove tripulantes estavam a bordo, mas foram resgatados rapidamente e não se feriram. 

A fumaça podia ser vista da costa. Segundo a Marinha divulgou em nota, o incêndio começou por volta das 13h15. O fogo no rebocador Commodus, de 35 metros de comprimento e 179 toneladas, foi combatido por uma embarcação militar, acionada pela Delegacia da Capitania dos Portos do Rio em Macaé, e por outras cedidas pela Petrobras, que explora petróleo na região. 

Um instrumento chamado inquérito administrativo sobre acidentes e fatos da navegação foi aberto para que se esclareçam as causas do acidente e se apontem responsabilidades. O prazo para conclusão da investigação é de 90 dias. 

A empresa presta serviços de apoio marítimo, como reboque de plataformas e navios, manuseio de cabos e âncoras e transporte de pessoal e equipamentos, e tem a Petrobras como principal cliente. 

Tudo o que sabemos sobre:
incêndioriomacaérebocador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.