Dado Galdieri/New York Times
Dado Galdieri/New York Times

Região metropolitana do Rio tem queda de 32% no número de tiroteios durante quarentena

Dados da plataforma Fogo Cruzado registrou 992 disparos de arma de fogo nos últimos dois meses

Márcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

14 de maio de 2020 | 14h00

A região metropolitana do Rio registrou queda de 32% em número de tiroteios durante os dois primeiros meses de isolamento social, segundo dados divulgados pela plataforma Fogo Cruzado. A queda compreende os dias 14 de março e 13 de maio e é em comparação com o mesmo período do ano passado.

Segundo a plataforma, este ano o Grande Rio registrou 992 tiroteios ou disparos de arma de fogo nos últimos dois meses, ante 1.454 registros em igual período de 2019. Os registros deste ano resultaram em 345 pessoas foram baleadas (158 mortas e 187 feridas), 28% a menos do que no ano passado, quando 479 pessoas foram atingidas (234 mortos e 245 feridos).

Apesar disso, se comparado com o período pré-quarentena, a média de disparos por dia na região metropolitana aumentou nos dois meses de confinamento. Entre 14 de março a 13 de maio, ocorreram em média 16 tiroteios por dia, totalizando 992. Já no período anterior ao isolamento, entre 1.º de janeiro e 13 de março, foram 1.024 tiroteios - média de 14 por dia.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio de Janeiro [cidade RJ]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.