AFP PHOTO/Rio de Janeiro Municipal Chamber/Mario Vasconcellos
AFP PHOTO/Rio de Janeiro Municipal Chamber/Mario Vasconcellos

‘Respeitem a nossa dor’, pede irmã de Marielle Franco em rede social

Anielle Silva criticou 'humanos comemorando a morte de outros humanos'; páginas ligadas à vereadora são alvo de insultos na internet

O Estado de S.Paulo

16 Março 2018 | 16h25

SÃO PAULO - A irmã de Marielle Franco publicou um desabafo sobre os ataques e insultos direcionados à vereadora do PSOL, assassinada a tiros na quarta-feira, 14. “Respeitem a nossa família. Respeitem a nossa dor. Respeitem a luta da minha irmã. Respeitem o trabalho dela. Apenas respeitem”, escreveu a professora de inglês Anielle Silva, de 33 anos.

No texto, Anielle diz que não vai se calar “mesmo na dor” e manifesta insatisfação com "humanos comemorando a morte de outros humanos". Além disso, em resposta a um comentário, completou que a mobilização pela morte de sua irmã vai “além de voto e opinião ou posição política”. 

+++ Depois de assassinato de Marielle, PSOL é alvo de ataques na internet

+++ Polícia identifica origem das cápsulas dos tiros que mataram Marielle

 

A filha de Marielle, Luyara Santos, de 19 anos, também desabafou nas redes sociais. “Alguém me acorda desse pesadelo!”, postou. Em seu perfil, a maioria das manifestações são positivas, mas há também comentários com ataques a Marielle, dizendo que ela “teve o que mereceu”. 

+++ Irmã diz não ter dúvida de que Marielle Franco foi executada

O mesmo tipo de insulto também está sendo postado nas caixas de comentários dos perfis do PSOL nas redes sociais. A maioria dos ataques faz referências ao envolvimento da vereadora com movimentos sociais e direitos humanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.