Réveillon 2008 em Copacabana terá 16 minutos de fogos

Com palco único de 65m de largura, todas as pessoas que forem à orla vão poder acompanhar o mesmo show

12 de dezembro de 2007 | 13h25

Pela primeira vez, todas as pessoas que participarem do Réveillon de Copacabana assistirão aos mesmos shows e poderão fazer juntas a contagem regressiva para 2008. "Vai ser como se todo o público estivesse junto ao palco. Preferimos montar um palco grande e com efeitos especiais do que três palcos menores, como foi feito em anos anteriores", disse o secretário municipal de Turismo, Rubem Medina. Em entrevista coletiva feita nesta quarta-feira, 11, para divulgar as atrações do ano novo carioca, também foi feito o anúncio de que a queima de fogos terá 16 minutos de duração - no Réveillon deste ano foram 20 minutos.   Será montado apenas um único palco, entre as ruas Santa Clara e Figueiredo, de 65 metros de largura, e com formato octogonal, que permite a visão dos shows de ambos os lados. Seis telões e 32 torres de som devem difundir a festa por todos os 3 km da orla de Copacabana.   O espetáculo de fogos terá a duração de 16 minutos e lembrarão os Jogos Pan-Americanos e a eleição do Cristo Redentor como uma das sete maravilhas do mundo moderno. Nesse período, serão estouradas 22 mil bombas, distribuídas em oito balsas - mesmo número do ano anterior. A novidade são os fogos com efeito 3D.   Além de Copacabana, haverá outros nove palcos com shows: Barra, Sepetiba e Guaratiba (zona oeste), Ipanema, Leblon e Flamengo (zona sul), piscinão de Ramos, Penha e Ilha do Governador (zona norte) e Paquetá. Haverá espetáculo de fogos em seis desses pontos: Ipanema, Guaratiba e Sepetiba ficaram de fora do show pirotécnico.   A prefeitura ainda negocia com a Bradesco Seguros, patrocinadora da árvore de Natal da Lagoa, para que também patrocine uma balsa com fogos para comemorar o Réveillon. O custo total da festa é de cerca de R$ 9 milhões. Desses, R$ 6,4 milhões foram investidos pela Prefeitura e o restante por patrocinadores.

Tudo o que sabemos sobre:
RéveillonCopacabanaRéveillon 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.