Rio escala 1,2 mil garis para fazer a limpeza da praia de Copacabana

Tradicional festa na capital fluminense gerou 370 toneladas de lixo; foram recolhidos 680 toneladas de resíduos por toda a cidade toda

Ronald Lincoln Jr. , O Estado de S. Paulo

01 Janeiro 2015 | 14h45

A prefeitura do Rio escalou um "batalhão" com cerca de 1,2 mil garis para limparem a praia de Copacabana nesta quinta-feira, 1º, após a festa mais tradicional do réveillon carioca. Só nesse local, foram recolhidas 370 toneladas de lixo. Em toda a cidade, trabalharam aproximadamente 3,2 mil agentes de limpeza e foram recolhidas 680 toneladas de resíduos.


Os trabalhos começaram logo no início da manhã, com ênfase nos principais pontos de festa do réveillon. Em razão da grande quantidade de turistas, a limpeza da praia de Copacabana foi concluída por volta de 10 horas da manhã. Os serviços nas demais localidades foram encerrados no início desta tarde.


A operação teve um aparato de 2,4 mil containers e 371 veículos, entre eles estavam caminhões-pipa, varredeiras, tratores e sopradores.

Mais conteúdo sobre:
ano-novoCopacabanalixo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.