Rio fará operações especiais para garantir PAC em favelas

Beltrame disse que a operação está pronta e já foi apresentada ao governador Sérgio Cabral

14 de fevereiro de 2008 | 16h27

O secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, disse nesta quinta-feira, 14, que possíveis ameaças a moradores de favelas não irão atrapalhar as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) nessas comunidades. Traficantes dos complexos do Alemão e de Manguinhos estariam espalhando ameaças a pessoas interessadas em trabalhar nas obras. "Nós temos setores de inteligência que já estão trabalhando para apurar as denúncias. Vamos apurar as informações para que possa ser planejada uma operação. É preciso ter um produto concreto de informações", disse Beltrame.O secretário confirmou que será feita uma operação especial no Complexo do Alemão, partir do dia 27, para garantia de realização das obras. "Será uma operação social, para garantir o canteiro de obras que será feito pelo Estado e pela União e que irá levar à população dignidade."   Começou nesta quinta-feira o cadastramento de moradores interessados em trabalhar nas obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) nas comunidades da Rocinha, Alemão e Manguinhos. As inscrições podem ser feitas nas unidades móveis da Secretaria de Trabalho e Renda. Beltrame disse que a operação está pronta e já foi apresentada ao governador Sérgio Cabral e ao secretário Nacional de Segurança Pública, Antônio Carlos Biscaia. "Agora só falta a Secretaria Nacional de Segurança Pública fornecer alguns equipamentos para a questão logística", afirmou. O secretário informou que está aguardando uma definição sobre o pedido de 1.200 agentes da Força Nacional para reforçar a segurança nas obras no estado. "Quanto mais cedo tivermos os instrumentos logísticos, melhor. Mas a nossa polícia tem planos alternativos. Estamos esperando que a Força Nacional seja enviada, mas, caso isso não ocorra, não vamos nos  intimidar. Uma alternativa pode ser a retirada de policiais de batalhões de outros municípios", afirmou Beltrame.    (Com informações da Agência Brasil)  

Tudo o que sabemos sobre:
PACfavelasRio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.