Rio registra primeira morte de policial em 2018

Soldado foi morto em São Gonçalo durante tentativa de assalto; no ano passado o Estado registrou 134 PMs assassinados

Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

03 Janeiro 2018 | 11h30

RIO – O Rio registrou na manhã desta quarta-feira, 3, o primeiro caso de assassinato de policiais em 2018. O soldado Ivanderson da Silva Pinheiro, de 38 anos, foi morto em São Gonçalo, na região metropolitana, numa tentativa de assalto, informou a assessoria de imprensa da Polícia Militar (PM).

De acordo com informações preliminares colhidas no local por policiais do batalhão de São Gonçalo que foram acionados para verificar uma ocorrência no bairro Mutuá, o soldado trafegava em seu carro acompanhado de outro policial quando criminosos armados em outro veículo aproximaram-se anunciando roubo e atirando.

Ainda conforme o relato obtido pela PM, Pinheiro foi atingido e seu automóvel capotou. O policial não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. O segundo policial conseguiu se abrigar após o acidente. “Uma arma foi roubada e a perícia foi acionada”, diz a nota divulgada pela assessoria da PM.

A PM informou ainda que “equipes policiais realizam ação” na região, em busca dos criminosos envolvidos na morte da policial. “Até o momento, não houve prisões ou apreensões”, diz a nota. Segundo a PM, o soldado estava há quatro anos na corporação.

Ano passado, 134 policiais militares foram assassinados no Estado do Rio, tanto em confrontos em serviço quanto em ocorrências em períodos de folga. Entre as vítimas, estão policiais da ativa e aposentados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.