Reprodução de 'Vai Malandra' (2017) | YouTube @Anitta
Reprodução de 'Vai Malandra' (2017) | YouTube @Anitta

Rodrigo Motta, do clipe 'Vai Malandra', de Anitta, é morto no Rio

'Matar ou morrer virou algo banal no Rio de Janeiro. Isso tem que acabar', lamentou a cantora nas redes sociais

André Carlos Zorzi, O Estado de S.Paulo

11 de dezembro de 2019 | 11h09

SÃO PAULO - O modelo Rodrigo Motta, de 28 anos, que participou do clipe Vai Malandra, da cantora Anitta, foi assassinado no Rio de Janeiro na segunda-feira, 9. Ele chegou a ser atendido no Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, zona sul da cidade, mas não resistiu.

A Delegacia de Homicídios registrou o caso, mas não deu mais informações sobre as circunstâncias da morte. 

 

Anitta usou seu Twitter para lamentar o fato.

"Meus sentimentos à família e amigos do Rodrigo Motta, que participou do meu clipe de Vai Malandra. Recebi essa notícia pela internet e fiquei estarrecida", escreveu a cantora. "Matar ou morrer virou algo banal no Rio de Janeiro. Isso tem que acabar."

A música Vai Malandra é uma parceria de Anitta com Tropkillaz, DJ Yuri Martins, Maejor e Mc Zaac. O videoclipe foi gravado no Morro do Vidigal, na zona sul. Nele, Motta aparece de sunga, passando óleo em mulheres.

Relembre a participação de Rodrigo Motta no clipe de Vai Malandra:

Confira a publicação em que Anitta lamenta a morte de Rodrigo Motta:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.