Reprodução/Internet
Reprodução/Internet

Segurança morre durante tiroteio em shopping de luxo no Rio

Uma mulher foi feita refém durante a fuga dos bandidos; cerca de 12 criminosos participaram do assalto

Rayanderson Guerra, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2022 | 21h02
Atualizado 06 de julho de 2022 | 15h45

RIO - Um segurança morreu em uma troca de tiros, na tarde deste sábado, dentro de um shopping de luxo na zona oeste do Rio de Janeiro. Os policiais do foram do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes), da 16ªDP (Barra da Tijuca) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foram acionados para o centro comercial por volta das 18 horas após criminosos assaltarem uma joalheria no Village Mall, na Barra da Tijuca.

Relatos nas redes sociais mostram momentos de pânico durante a troca de tiros. Em fotos e vídeos publicados nas redes, a joalheria, alvo dos criminosos, aparece com os vidros quebrados. Durante o tiroteio, frequentadores do shopping se abrigaram dentro das lojas.

"Cara fiquei no meio de um tiroteio no Village Mall. Estou escondida dentro de um restaurante", diz um dos relatos nas redes sociais.

Em um vídeo, outro cliente diz que os criminosos chegaram atirando no local.

"Os assaltantes chegaram atirando e quebrando todas as vidraças da loja, pegando o que estava vitrine e fugindo. Todas as lojas do shopping foram fechadas", diz.

Uma mulher foi feita refém durante a fuga dos bandidos durante a fuga dos criminosos. Com a chegada dos policiais, ela foi solta e os criminosos fugiram. De acordo com a Polícia Civil,  dois carros e uma moto foram abandonados no centro comercial.

"A 16ª DP (Barra da Tijuca) e a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) foram acionadas. O local está isolado e a perícia está sendo realizada. Informações preliminares indicam que, após a subtração de jóias, os criminosos fizeram reféns para sair do shopping. Houve tiros e um homem morreu. As investigações estão em andamento para apurar a dinâmica do fato e identificar os envolvidos no crime", diz a polícia civil em nota.

Em nota, a polícia militar diz que as circunstâncias da ação ainda estão sendo apuradas.

“Chegando ao local, os policiais encontraram um segurança atingido e aparentemente em óbito. As circunstâncias da ação ainda estão sendo apuradas. A área foi isolada e diversas equipes seguem em varredura pela região”, diz em nota.

A administradora do VillageMall, do grupo Multiplan, informou que "colabora com as autoridades competentes para esclarecimento dos fatos." "A administração do VillageMall lamenta profundamente o ocorrido", diz um trecho da nota divulgada pela empresa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.