Reprodução
Reprodução

Segurança morre e PM fica ferida em tiroteio em shopping no Rio

Local estava lotado quando três homens armados anunciaram assalto; houve confronto com a polícia e o segurança foi atingido

Luciana Nunes Leal e Clarissa Thomé, O Estado de S. Paulo

10 Outubro 2015 | 17h32

Atualizado às 18h48

RIO - Um segurança morreu e uma policial militar foi baleada numa tentativa de assalto a uma loja de eletrodomésticos no West Shopping, em Campo Grande, na zona oeste do Rio, na manhã deste sábado, 2.

O centro comercial estava lotado de pessoas que faziam as últimas compras para o Dia das Crianças quando houve o tiroteio com policiais militares do 40º Batalhão da Polícia Militar (Campo Grande). Em pânico, consumidores correram, se esconderam sob as mesas da praça de alimentação. O shopping chegou a ficar fechado, mas depois foi reaberto.

O assalto foi anunciado no fim da manhã. Pelo menos três homens armados estavam no andar superior das Casas Bahia, no setor de entrega de eletrodomésticos. Eles estavam descendo as escadas, com as armas em punho, quando começou a troca de tiros. Uma policial militar e um segurança foram baleados. O último não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. Os assaltantes fugiram em três motos.

Segundo informações da PM, a soldado Rejane Sebastiana Almeida, de 34 anos, estava de folga no shopping e foi baleada na perna, quando estava na praça de alimentação. Ela foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento do Mendanha, transferida para o Hospital Estadual Rocha Maia, onde passou por curativos e depois recebeu alta. O segurança Jucimar Fernandes Alves, de 44 anos, foi atingido no peito. Ele recebeu os primeiros socorros no shopping, mas chegou morto à UPA do Mendanha.

O tiroteio provocou pânico no shopping. Vídeos e fotografias divulgados por internautas na página Antigo Campo Grande, no Facebook, mostram pessoas correndo com crianças no colo na praça de alimentação. Algumas se jogaram no chão, outras se protegeram sob as mesas. Lojas fecharam as portas e os consumidores ficaram presos nos estabelecimentos, sem informações se a situação havia se acalmado.

Em nota, a Polícia Militar informou que o 40º Batalhão foi acionado para tentativa de roubo em uma loja do shopping. "Houve troca de tiros, um vigilante da loja ficou ferido e foi encaminhado para o Hospital Rocha Faria. Há informações de que uma policial militar ficou ferida. Ela foi socorrida e levada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Mendanha. A ocorrência está em andamento", diz o texto encaminhado pela PM no início da tarde. A Delegacia de Homicídios abriu inquérito para investigar o assassinato do segurança. As imagens das câmeras do shopping serão analisadas.

Mais conteúdo sobre:
Rio West Shopping tiroteio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.