Sem ganhar desde 1936, Unidos da Tijuca vence Carnaval 2010

Destaque ficou com a comissão de frente da escola, que inovou nas trocas 'mágicas' de fantasia

estadao.com.br,

17 de fevereiro de 2010 | 17h18

Comissão de frente surpreendeu com ilusionismo na troca de fantasias. Foto: Fábio Motta/AE

 

RIO - Após um jejum de títulos desde 1936, a Unidos da Tijuca é a campeã do Carnaval do Rio. A comissão de frente da escola surpreendeu a arquibancada da Sapucaí e possivelmente foi um ponto importante para a vitória da Unidos da Tijuca no Carnaval 2010. Com trocas constantes de fantasias, a escola ganhou destaque já nos primeiros minutos do desfile. As mudanças, com toques de ilusionismo, foram perfeitamente ordenadas e impressionaram pela inovação. O carnavalesco Paulo Barros optou por um desfile com seis carros e cerca de 3,2 mil integrantes.

 

Veja também:

mais imagens Galeria de fotos da Tijuca

mais imagens  Reveja  as imagens da comissão de frente da Unidos da Tijuca

som  Ouça o samba-enredo da Unidos da Tijuca

especialVeja todas as notas da apuração do carnaval no Rio

blog Samba de Primeira: Vitória da Tijuca enobrece o samba e o carnaval

blog Carlos Imperial, o inventor do bordão 'Dez! Nota Dez!'

blog Kupfer: Minha noite com Janis Joplin no carnaval

especial Cobertura completa da folia na página especial

 

No ano passado, com o enredo "Tijuca 2009: uma odisseia sobre o espaço", a agremiação ficou em nono lugar.

 

A Unidos da Tijuca apresentou o enredo "É segredo!", sobre os grandes segredos da humanidade. A ideia surgiu no site de relacionamentos Orkut e foi sugerida por um adolescente. Para fazer justiça ao tema, a maior parte do desfile da Unidos da Tijuca começou a ser revelado só no sambódromo. "Se contar, o tema fica banalizado antes mesmo da escola entrar na Sapucaí", argumentava o carnavalesco da escola, Paulo Barros, dias antes do carnaval.

 

Durante muito tempo, a transmissão televisiva - bem como fotógrafos e a imprensa em geral - concentrou toda a atenção na comissão de frente, que mudava de figurino e a cada minuto revelava novos segredos.

 

Adriane Galisteu desfilou pela Unidos da Tijuca no Rio. Foto: Wilton Junior/AE

 

Super-heróis participaram do desfile da Tijuca

 

Apesar disso, o restante do desfile não se deixou ofuscar e conquistou o público com carros alegóricos chamativos e coreografias bem ensaiadas. O enredo, por sua vez, permitiu bastante diversidade na avenida, que viu passar personagens da história antiga, super-heróis, ídolos eternos - como foi o caso de Michael Jackson - e até o símbolo da escola, o pavão, formado pela coreografia de dezenas de participantes.

 

(Com Gabriel Vituri, do estadao.com.br e Agência Estado)

 

 

Mais conteúdo sobre:
Unidos da Tijucacarnaval 2010

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.