Série de deslizamentos fecha túnel; trânsito está caótico no Rio

Mais de 100 toneladas de terra bloqueiam a principal ligação entre as zonas norte e sul do Rio de Janeiro

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

24 Outubro 2007 | 08h19

Uma série de deslizamentos de mais de 100 toneladas de terra, que começou no final da tarde de terça-feira e seguiu pela madrugada e manhã desta quarta-feira, 24, bloqueia o Túnel Rebouças, principal ligação entre as zonas sul e norte do Rio de Janeiro. As principais vias cariocas sentem reflexos diretos do fechamento do túnel e o trânsito na cidade está caótico. A Companhia de Engenharia de Tráfego pede, inclusive, que as pessoas evitem sair de carro e prefiram o transporte por metrô e trens.   Pelo 2º dia, Santos Dumont fecha para vôos da ponte aérea Prefeitura do Rio recomenda que população não saia de carro   A chuva também causou a interrupção do fornecimento de energia e telefone em parte da cidade. Os deslizamentos tiveram início no final da tarde de terça-feira, quando a Geo-Rio foi acionada para trabalhar na contenção dos deslizamentos. Em entrevista à Globo News, o engenheiro Luiz Antonio Silva Costa, da Geo-Rio, afirmou que as obras para impedir novos deslizamentos só podem ser retomadas com o final das chuvas. "Por enquanto, com a chuva, a gente observa e assim que a situação se estabilizar, começa a ação", disse.   O trânsito nas zonas sul, norte e no centro do Rio está parado. Na Barra e em Botafogo, as ruas estão congestionadas, principalmente no sentido centro. Na região oeste, a situação também está crítica, principalmente na Radial Oeste. Na região da Lagoa Rodrigo de Freitas, há congestionamento. Na Avenida das Américas, os motoristas apelam para a contra-mão para fugir do congestionamento.   A CET-Rio não tem previsão de quando a situação deve normalizar na cidade. Segundo o secretário de transportes carioca, Aroldo de Oliveira, se a chuva diminuir, o túnel poderá ser reaberto na manhã da quinta-feira. "A recomendação é que não saiam de carro. Usem o trem e o metrô assim que possível. As previsões são de chuva o dia todo e o túnel continuará fechado, porque há risco até para os operários. Mas, a cidade está refém da chuva", afirmou.   Com a interdição, o trânsito no Túnel Santa Bárbara em direção a Laranjeiras também estava complicado. De acordo com a Coordenadoria de Vias Especiais (CVE), por conta do deslizamento, todos os acessos ao túnel também foram interditados como medida de segurança. Equipes da Defesa Civil e da Comlurb trabalham na encosta na galeria ao lado e a terra poderia ceder causando acidentes e riscos aos motoristas, por isso a necessidade da interdição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.