Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Sobe para 14 o número de mortos após o incêndio no Hospital Badim

Entre a noite desta segunda e a manhã desta terça, duas pacientes, de 87 e 98 anos, morreram; 43 pessoas estão internadas

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2019 | 13h02
Atualizado 18 de setembro de 2019 | 10h55

RIO - Subiu para 14 o número de mortos após o incêndio que atingiu o Hospital Badim, na zona norte do Rio de Janeiro, na última quinta-feira, 12. Duas pacientes que estavam internadas em outros hospitais morreram entre a noite de segunda-feira, 16, e a manhã desta terça, 17.

"É com profunda consternação que informamos que duas pacientes transferidas do Hospital Badim para os Hospitais Samaritano e Israelita Albert Sabin faleceram entre a noite de ontem (16/09) e a manhã de hoje (17/09). As pacientes tinham 87 e 98 anos", diz nota divulgada pela instituição de saúde. "Ressaltamos que todos os esforços e dedicação das equipes médicas envolvidas foram empenhados para a recuperação das pacientes, assim como tem sido feito diariamente no atendimento prestado."

Ainda segundo a assessoria, 43 pacientes que já estavam sendo atendidos no Badim seguem internados. Segundo o hospital, sete pessoas que estavam internadas receberam alta nesta terça-feira à tarde.

Outras nove pessoas, entre funcionários ou familiares que estavam no local no dia do incêndio, também permanecem internadas. Em nota, o hospital afirma que "a maior parte das pessoas está internada para a continuidade do tratamento das patologias que motivaram suas admissões no Hospital Badim e não por conta da inalação de fumaça."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.