Sobe para 872 o número de mortos pelas chuvas na Região Serrana do Rio

Nova Friburgo ainda é a cidade com maior cúmero de mortes: 421; 427 pessoas estão desaparecidas

Efe,

03 de fevereiro de 2011 | 01h59

RIO - O número de mortos em consequência das fortes chuvas que atingiram a Região Serrana do Rio de Janeiro entre 11 e 12 de janeiro chegou a 872 nesta quarta-feira, 2, segundo o último boletim da Polícia Civil do estado.

 

As inundações e deslizamentos, segundo os números divulgados pela Agência Brasil, deixaram 421 mortos em Nova Friburgo, 354 em Teresópolis, 71 em Petrópolis, 21 em Sumidouro, quatro em São José do Vale do Rio Preto e um em Bom Jardim.

 

De acordo com os relatórios mais recentes, o Ministério Público do Rio de Janeiro considera que 427 pessoas estão desaparecidas, quatro mais que os registrados na terça-feira.

 

Já a Secretaria de Saúde do estado, com dados da Defesa Civil, manteve nesta quarta-feira em 8.777 o número de pessoas que perderam suas casas e em 20.790 os que precisaram abandonar seus lares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.