Soldado acusado pela morte do pedreiro Amarildo morre no Rio

Soldado acusado pela morte do pedreiro Amarildo morre no Rio

Victor Vinícius da Silva Pereira passou mal durante a madrugada no Batalhão Prisional da Polícia Militar, em Benfica

O Estado de S. paulo

13 Março 2015 | 21h23

RIO - O soldado Victor Vinícius da Silva Pereira, um dos 25 policiais militares acusados de envolvimento na morte do ajudante de pedreiro Amarildo de Souza, morreu nesta sexta-feira, 13, após passar mal durante a madrugada no Batalhão Prisional da Polícia Militar, em Benfica, na zona norte.

Amarildo desapareceu em 14 de julho de 2013, aos 42 anos, na favela da Rocinha, na zona sul do Rio.

Segundo o jornal "Extra", o soldado teria sofrido um enfarte. Pereira chegou a ser levado ao Hospital Central da Polícia Militar, onde morreu.

Mais conteúdo sobre:
Rio de JaneiroAmarildo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.