Google Street View
Google Street View

Subtenente da PM é assassinado e número de policiais mortos no Rio chega a 57

Rogenir de Oliveira foi surpreendido por grupo de criminosos quando trafegava de carro em São Gonçalo; suspeitos efetuaram diversos disparos e fugiram do local

Paulo Roberto Netto, O Estado de S.Paulo

19 Junho 2018 | 11h50

SÃO PAULO - Um policial militar foi morto a tiros em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, na noite dessa segunda-feira, 18. O crime eleva para 57 o número de militares assassinados no Estado desde o início do ano.

+ Mãe morre após saber que filho PM foi morto a tiros na Baixada Fluminense

Segundo a Polícia Militar, o subtenente Rogenir Moura de Oliveira trafegava de carro pela rua João Silvares, no bairro Brasilândia, quando foi surpreendido por criminosos armados que efetuaram diversos disparos contra o veículo. Os suspeitos fugiram do local. O militar foi levado ao Pronto-Socorro de São Gonçalo, mas não resistiu aos ferimentos.

+ PM reage a assalto e é morto a tiros na zona norte de São Paulo

A Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) investiga o caso. Até o momento, nenhum suspeito foi identificado ou detido. Policiais realizam diligências nesta tarde na região para apurar a motivação do crime.

+ Policial civil é morto durante operação no Rio

O subtenente Oliveira tinha 50 anos e atuava no 16º BPM (Olaria). Ele ingressou na corporação em 1989 e deixa um filho. Segundo a PM, o policial é o 57º militar assassinado em ações violentas no Estado do Rio de Janeiro em 2018.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.