Temporal mata uma pessoa em São Gonçalo

Na região metropolitana do Rio, carros foram arrastados e pessoas ficaram ilhadas; chuvas atingiram 38 bairros, segundo a Defesa Civil

Luciana Nunes Leal, O Estado de S. Paulo

24 de março de 2016 | 09h20

Um morador do bairro de Sacramento, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, morreu durante temporal que atingiu a região metropolitana na noite desta quarta-feira, 23. José Cardoso, de 70 anos, não conseguiu escapar quando sua casa foi invadida pela água. O hospital estadual Alberto Torres foi inundado com a cheia do rio Colubandê e parte do teto do shopping Partage, no centro, desabou. Não houve feridos.

Segundo a Defesa Civil, 38 bairros foram atingidos. Três pontos de apoio foram montados para receber famílias que tiveram as casas alagadas. Carros foram arrastados e pessoas ficaram ilhadas em bairros como Jardim Catarina e Alcântara. No condomínio Jockey Clube V, várias casas foram inundadas e um muro desabou.

O município do Rio ficou em estágio de atenção das 22h50 de quarta-feira até as 5h30 desta quinta-feira, 24. Os bairros onde houve mais alagamentos nas ruas foram Ilha do Governador, Méier e Tijuca, na zona norte, e Jacarepaguá, na zona oeste.

Em Niterói, passageiros ficaram ilhados no Terminal Rodoviário João Goulart, porque os ônibus não conseguiam sair do ponto final e não era possível seguir a pé pelas ruas alagadas. 

Tudo o que sabemos sobre:
São Gonçalotemporal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.