Google Street View
Google Street View

Tiroteio causa pânico em creche na favela Bateau Mouche, em Jacarepaguá 

Professores e alunos ficaram acuados em um corredor; duas pessoas foram feridas com estilhaços de bala

Lucas Gayoso , Especial para o Estado

27 de junho de 2017 | 12h37

RIO - Um tiroteio na Praça Seca, zona oeste do Rio, provocou pânico entre crianças e funcionários da creche municipal Emília Joana da Fonseca Marques, na favela Bateau Mouche, em Jacarepaguá, na manhã desta segunda-feira, 26.

Vídeos publicados nas redes sociais mostraram o momento de tensão. Para se protegerem dos disparos, professores e alunos ficaram acuados em um corredor. Enquanto uma professora tenta acalmar as crianças, é possível escutar tiros de grosso calibre.

Veja abaixo:

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, as atividades foram suspensas no turno da tarde desta segunda-feira na manhã desta terça-feira, 27. É estimado que 142 crianças tenham ficado sem aula.

A Polícia Militar informou que foi acionada para uma ocorrência de troca de tiros entre criminosos locais e rivais em uma área de mata. Segundo a corporação, a situação foi controlada. Duas pessoas ficaram feridas com estilhaços de bala e foram atendidas no hospital federal Cardoso Fontes, em Jacarepaguá.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.