AFP | 05.08.2015
AFP | 05.08.2015

Tiroteio deixa dois policiais feridos na Vila Cruzeiro, no Rio

Suspeitos ainda não foram encontrados; na última semana, ao menos 5 PMs foram assassinados na capital fluminense

Juliana Dal Piva, O Estado de S. Paulo

03 Outubro 2015 | 12h51

RIO - Dois policiais ficaram feridos quando patrulhavam a Vila Cruzeiro, na Zona Norte do Rio, na noite dessa sexta-feira, 2. O comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da região informou que os agentes foram surpreendidos por criminosos armados quando andavam em uma área conhecida como 'Bairro 13'. 

No confronto, um policial foi atingido de raspão, socorrido no Hospital Estadual Getúlio Vargas, também na Zona Norte, e liberado em seguida. Um segundo agente, baleado no ombro e na perna, também foi encaminhado à mesma unidade hospitalar, passou por uma cirurgia e foi transferido para o Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio.

Policiais realizam buscas na região durante este sábado, 3, na tentativa de localizar os envolvidos no episódio. Até o momento, não há registro de prisões ou apreensões. A ocorrência foi registrada pela 22ª Delegacia de Polícia (Penha). 

Na última semana, ao menos cinco policiais militares foram assassinados no Rio. O soldado Bruno Rodrigues Pereira, de 30 anos, que trabalhava na UPP da Formiga, na Zona Norte, foi morto na madrugada de segunda-feira, 28, por traficantes da comunidade Dom Bosco, em Nova Iguaçu, após ser reconhecido como militar.

Em região próxima ao tiroteio de sexta, morreu na última quarta-feira, 30, o soldado Caio Cesar Ignácio Cardoso de Melo, de 27 anos, baleado durante um patrulhamento de rotina no Complexo do Alemão. Ele era o dublador oficial dos filmes da série Harry Potter no Brasil.

Mais conteúdo sobre:
rio vila cruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.