FABIO MOTTA/ESTADÃO
FABIO MOTTA/ESTADÃO

Tiroteio em favela fecha Linha Vermelha por 15 minutos

Mulher foi atingida por bala perdida, mas não corre risco de morte

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

10 Novembro 2015 | 17h22

RIO - Um tiroteio na favela Furquim Mendes, no Jardim América, na zona norte do Rio, deixou uma mulher ferida e interditou por cerca de 15 minutos o trânsito na Linha Vermelha, via expressa que liga o centro do Rio ao aeroporto do Galeão e à Rodovia Presidente Dutra, por volta das 10h30 desta terça-feira, 10.

No momento do tiroteio, policiais civis da Coordenadora de Recursos Especiais (Core) realizavam uma operação na favela, que fica à margem da via expressa e na divisa entre os municípios do Rio e de São João de Meriti (Baixada Fluminense).

A mulher atingida por uma bala perdida estava na Rua Gil de Queiroz, em São João de Meriti, quando foi baleada. Socorrida, ela não corre risco de morte. Seu nome não havia sido confirmado até as 17 horas.

Trânsito. Na Linha Vermelha, o trânsito ficou interditado nos dois sentidos, e motoristas em pânico chegaram a abandonar seus veículos para fugir da área conflagrada. Outros saíram dirigindo pela contramão.

No fim da tarde da última quinta-feira, 5, outro tiroteio na Linha Vermelha já tinha assustado motoristas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.