Google Street View/Reprodução
Google Street View/Reprodução

Tiroteio entre policiais e criminosos assusta moradores da zona sul do Rio

Segundo UPP do Tabajaras e Cabritos, bandidos escondidos na mata do morro atiraram contra policiais militares na parte alta da Rua Sacopã

Daniela Amorim, O Estado de S.Paulo

23 Setembro 2018 | 18h35

RIO – Policiais militares e criminosos trocaram tiros na manhã deste domingo, 23, no alto da Rua Sacopã, ao lado do Morro dos Cabritos, na Lagoa, bairro nobre da zona sul do Rio de Janeiro. A região dá acesso às comunidades dos Cabritos e Tabajaras, em Copacabana.

Segundo informações da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Tabajaras e Cabritos, bandidos escondidos na mata do morro atiraram contra policiais militares na parte alta da Rua Sacopã. Houve tiroteio, mas ainda não há informações sobre feridos. Não houve prisões nem apreensões. A ocorrência foi registrada na 12ª Delegacia de Polícia, de Copacabana.

Na noite de sábado, 22, um suspeito ficou ferido após intenso tiroteio na favela da Quitanda, no Complexo da Pedreira, em Costa Barros, na zona norte da cidade. De acordo com informações da PM, agentes do 41º Batalhão da Polícia Militar foram atacados por homens fortemente armados durante uma operação na comunidade. Após o tiroteio, os militares apreenderam um fuzil.

No fim da manhã deste domingo, um homem foi preso em flagrante por policiais rodoviários federais enquanto assaltava pedestres com uma faca na Rodovia Presidente Dutra (BR-116), em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Por volta das 12 horas, agentes da PRF faziam patrulhamento na rodovia, na pista sentido São Paulo, quando perceberam que um homem apontava uma faca para pedestres numa passarela, na altura do quilômetro 186.

Segundo a PRF, ele estava assaltando as pessoas que passavam pelo local. Os policiais conseguiram prendê-lo, e nenhuma vítima ficou ferida. A ocorrência foi registrada na 52ª Delegacia de Polícia, de Nova Iguaçu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.