Tiroteio entre traficantes e polícia deixa dois feridos no Rio

Caveirão da PM quebra e deixa policiais encurralados no Morro do Adeus; agente e traficante são baleados

Clarissa Thomé, de O Estado de S. Paulo,

04 de dezembro de 2007 | 18h25

Um intenso confronto entre policiais e traficantes deixou um PM e um criminoso feridos no Morro do Adeus, subúrbio do Rio, na tarde desta terça-feira, 4. Um carro blindado da polícia, conhecido como caveirão, quebrou na favela. Os PMs chegaram a ficar encurralados e outros três blindados seguiram em apoio. A equipe foi resgatada. O conflito começou quando policiais do 22.º Batalhão (Maré) faziam incursão no morro, no início da tarde. Os traficantes reagiram. No confronto, o cabo Ronaldo dos Santos Bustamante, de 32 anos, foi atingido no braço direito por um tiro de fuzil. Anderson Vieira Pereira, de 24 anos, apontado pelos policiais como um dos traficantes que trocavam tiros, ficou ferido no braço esquerdo. Eles foram levados para o Hospital Geral de Bonsucesso e não correm risco de morrer. Os policiais do Batalhão da Maré receberam reforço de homens dos batalhões de Olaria e Rocha Miranda. A Avenida Itararé, que separa os morro do Adeus e do Alemão, chegou a ficar interditada, para evitar que motoristas fossem atingidos por balas perdidas.

Tudo o que sabemos sobre:
TiroteioRioTráfico de drogas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.