Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Tiroteio no Morro da Coroa deixa 2 suspeitos mortos e 1 ferido

Bope está desde sexta na favela de Santa Teresa, quando PMs foram dominados por traficantes e obrigados a entregar as armas

Carina Bacelar, O Estado de S. Paulo

29 de junho de 2015 | 09h58

RIO - Um tiroteio no Morro da Coroa, em Santa Teresa, na região central do Rio de Janeiro, na noite deste domingo, 28, deixou dois suspeitos mortos e um ferido. A troca de tiros envolveu homens do Batalhão de Ações Policiais Especiais (Bope) e traficantes. A Polícia Militar afirmou que o ferido é Marcelo Francisco, conhecido como "Ná do Salgueiro", atualmente chefe do tráfico no Morro da Coroa. Baleado duas vezes, ele foi levado para o Hospital Souza Aguiar, no centro.

Durante a ação do Bope foram apreendidas duas pistolas, cinco granadas de fabricação caseira e cinco carregadores. O Morro da Coroa foi invadido em maio por traficantes do Comando Vermelho, facção que já dominava o vizinho Morro do Fallet, também em Santa Teresa. Naquele mês, em uma semana de invasão, confrontos mataram 12 pessoas na região. 

A Coroa, que já havia sido ocupada pelo Bope em maio, é policiada por homens do batalhão especial desde sexta-feira, 26, quando cinco policiais que estavam em uma base avançada da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Fallet foram rendidos por seis traficantes e obrigados a entregar suas armas, devolvidas logo em seguida.

A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) já identificou, em seu setor de inteligência, os suspeitos de terem participado do episódio.  

A 8ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar apura se houve negligência dos policiais que estavam na base da UPP. Alguns deles vêm recebendo atendimento psicológico desde sexta-feira.

Em nota, a CPP disse ainda que os policiais militares envolvidos foram presos e liberados na manhã de domingo. Eles tiveram de ficar à disposição do Comando Geral da PM para prestar esclarecimentos. 

Tudo o que sabemos sobre:
ViolênciaRio de JaneiroSanta Teresa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.