Tiroteiro assusta motoristas na Linha Vermelha

Policiais federais e criminosos se enfrentam após relatos de arrastão; carros foram abandonados na via

Idiana Tomazelli, O Estado de S.Paulo

20 Novembro 2015 | 10h36

RIO - Um intenso tiroteio interrompeu o trânsito na Linha Vermelha, uma das vias expressas mais importantes do Rio de Janeiro, e na Rodovia Presidente Dutra, na altura da Pavuna, zona norte da cidade. Criminosos armados tentavam fazer um arrastão na manhã desta sexta-feira, dia 19, quando agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), alertados pelos motoristas, chegaram ao local e foram recebidos a bala.

Assustados, alguns motoristas tentaram retornar pela contramão. A PRF tem um posto na Dutra, a cerca de 400 metros do local do tiroteio. "Os carros estavam na contramão, voltando para a Dutra, e as pessoas nos pediram socorro", informou a PRF em comunicado.

Quando os agentes se aproximaram, cinco criminosos armados com pistolas estavam sobre a passarela de pedestres. Eles atiraram, e os policiais revidaram. Outros criminosos da favela conhecida como "Prainha" começaram a disparar contra os agentes da PRF, o que facilitou a fuga do grupo, que seguiu em direção à favela da Ficap.

Diversos carros ficaram abandonados na via, que ficou interditada até o fim da ação, que durou aproximadamente 10 minutos, segundo a polícia. Não há relato de feridos.

Mais conteúdo sobre:
Violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.