Traficante é preso no Rio, acusado de abusar da filha de dois anos

Mãe da menina a  levou para atendimento em hospital após perceber sangramento e registrou o crime em delegacia da Baixada

Thaise Constancio, O Estado de S. Paulo

30 de julho de 2014 | 10h46

RIO - Acusado de estuprar a filha de dois anos, o traficante Alexsandro da Rocha Pimentel, conhecido como Cavalinho, foi preso na noite desta terça-feira, 29, por policiais da 53ª Delegacia de Polícia (Mesquita, cidade da Baixada Fluminense). Ele atuava como gerente do tráfico de drogas do Morro da Chatuba, em Mesquita.

O crime foi praticado na madrugada desta segunda-feira, 28, na casa onde moravam na Rua Magno de Carvalho, na favela. A mãe da criança percebeu que a filha estava com sangramento na vagina e a levou para o atendimento médico no Hospital Geral de Nova Iguaçu, também na Baixada. Depois, ela registrou o crime na delegacia. A polícia pediu exame de corpo de delito da criança, que permanece internada no hospital por causa das lesões.

Pimentel tem anotações criminais por tráfico e associação ao tráfico de drogas, tentativa de homicídio, lesão corporal e porte de arma. Ele foi encontrado pelos policiais em uma favela na Estrada Rio do Pau, próximo ao Chapadão, em Costa Barros, na zona norte do Rio de Janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.