Traficante suspeito de matar soldado do Choque é preso no Rio

Wallace Rodrigues Vaz, conhecido como Xepão, é apontado como homem de confiança do chefe do tráfico no bairro Jardim Catarina

Thaise Constâncio, O Estado de S. Paulo

28 de julho de 2014 | 18h33

RIO - O traficante Wallace Rodrigues Marins Vaz, conhecido como Xepão, foi preso por policiais do 7º Batalhão de Polícia Militar (Alcântara) na noite deste domingo, 27. Ele é apontado como um dos homens de confiança do traficante Schumacher, chefe do tráfico de drogas do bairro Jardim Catarina, em São Gonçalo, na região metropolitana.

Xepão é suspeito de assassinar o soldado do Batalhão de Choque David Lopes Athanasio, de 25 anos, que teve o carro atingido por mais de 30 de tiros quando saía de uma academia no bairro, em 30 de junho. Com o traficante foram apreendidos 71 cápsulas de cocaína e um rádio transmissor. O caso foi registrado na 74ª Delegacia de Polícia (Alcântara).

Segundo o setor de inteligência da PM, Schumacher, teria ordenado a morte de policiais que moram no Jardim Catarina, um dos bairros mais violentos de São Gonçalo. Em 2010, o então governador Sérgio Cabral anunciou que instalaria uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) no local, mas até agora não há data para a pacificação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.