Trecho de ciclovia no Rio afunda por causa de vazamento

Água encharcou o terreno e, por volta das 20h, duas árvores caíram, destruindo cerca de 30m da pista da ciclovia e a mureta de proteção

Fábio Grellet, O Estado de S. paulo

26 Maio 2015 | 23h17

RIO - Um trecho da ciclovia existente à margem da Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul do Rio, a poucos metros de onde o médico Jaime Gold foi assaltado e esfaqueado há uma semana, afundou na noite desta terça-feira, 26. Ninguém se feriu.

A raiz de uma árvore atingiu uma tubulação da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), provocando um vazamento, iniciado por volta das 18h50. A água encharcou o terreno, que tem características de mangue, e por volta das 20 horas duas árvores caíram, destruindo cerca de 30 metros da pista da ciclovia e a mureta de proteção. Tudo foi parar na própria lagoa.

Bombeiros e agentes da Defesa Civil, da Cedae e da Prefeitura do Rio foram ao local para remover as árvores, conter o vazamento e refazer a área destruída.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeirociclovia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.