Tremor esvazia prédio da Justiça Federal no Rio

Dois engenheiros da Defesa Civil que estiveram no prédio relataram que não houve abalo da estrutura

CLARISSA THOMÉ, Agencia Estado

27 Agosto 2007 | 19h53

O edifício da Justiça Federal no Rio de Janeiro foi esvaziado na tarde de hoje depois que funcionários sentiram forte tremor. Segundo relatos, os móveis chegaram a se mexer. Engenheiros da Defesa Civil municipal estiveram no local, mas não constataram nenhuma irregularidade. O prédio foi liberado no fim da tarde.De acordo com a Defesa Civil, a trepidação foi mais intensa no 10.º andar. "Ao que parece, o tremor foi localizado. Provavelmente algum equipamento mecânico, como a máquina do elevador, causou esse desconforto. A princípio não houve movimentação de terra", afirmou o coordenador da Defesa Civil do município, coronel João Carlos Mariano.Reforça a tese do coordenador o fato de o tremor não ter sido percebido em prédios da vizinhança. Segundo ele, o departamento recebeu seis pedidos de socorro a respeito da trepidação - um fax encaminhado pela administração do edifício e cinco ligações feitas a partir do prédio. "Nenhuma outra comunicação foi feita por vizinhos", afirmou Mariano. Os dois engenheiros da Defesa Civil que estiveram no prédio relataram que não houve abalo da estrutura.

Mais conteúdo sobre:
tremorRio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.