REPRODUÇÃO
REPRODUÇÃO

Três morrem e dois ficam feridos em ataque a padaria no RJ

Entre as vítimas está uma menina de 12 anos que participava de uma comemoração em frente ao estabelecimento em Nova Iguaçu

Clarissa Thomé', O Estado de S. Paulo

22 Abril 2016 | 15h32

RIO - Três pessoas morreram, entre elas uma criança de 12 anos, e duas ficaram feridas em um ataque a uma padaria em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O crime ocorreu no fim da tarde desta quinta-feira, 21, quando quatro homens em um carro atiraram na direção dos frequentadores da Padaria do Rocha, na Avenida Fuscão. No momento do ataque, um churrasco era realizado na calçada do estabelecimento.

De acordo com a Polícia Militar, os criminosos estavam em um carro branco, que parou em frente à padaria. Dois deles desceram e fizeram os disparos. Kamylli Coutinho dos Santos, de 12 anos, e a prima, Ana Beatriz, de 8, participavam da comemoração. O irmão de Kamylli, Arnaldo Felipe Coutinho Cleto, de 19 anos, contou que a menina foi convidada para o churrasco pela madrinha e ficou brincando na calçada com outras crianças. Por volta das 17 horas, ele ouviu os tiros e, ao sair de casa para ver o que tinha acontecido, encontrou a irmã caída na calçada. Ela havia sido baleada na cabeça.

Ana Beatriz ficou ferida na perna. Elas foram levadas para o Hospital Geral de Nova Iguaçu. Kamylli morreu no local. Ana Beatriz foi operada e está internada.

Também morreram no local Edgar Silva de Souza, de 39 anos, e Igor Henrique de Melo Magalhães, de 18. Allisson Pereira, de 28 anos, ferido na barriga, foi operado e também está internado. Para a polícia, o crime tem característica de execução. Os agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense investigam se o alvo dos criminosos era algum dos homens que participava do churrasco. Foi feita perícia no local e os policiais procuram testemunhas que possam ter gravado o momento do crime.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.